//
Heinz Schwebel – Trompete

 

foto heinz

Heinz Karl Schwebel, atual Diretor da Escola de Música da UFBA, integra seu corpo docente desde 2001. Primeiro trompete da OSBA, iniciou os estudos com seu pai, Prof. Horst Schwebel, com quem continuou a estudar até se formar no curso de Instrumento da UFBA em 1993. Em 1990 teve uma breve passagem pela Hochschule für Musik em Karlsruhe, Alemanha, onde teve aulas com os Profs. Adolf Weresch e Reinhold Friedrich. Em 1994, como bolsista da CAPES e da Fundação VITAE, seguiu para os Estados Unidos onde realizou o curso de Mestrado no New England Conservatory of Music em Boston, sob a orientação do Prof. Charles Schlueter, primeiro Trompete da Orquestra Sinfônica de Boston. Em 1996 concluiu o Mestrado sendo laureado com Honras Acadêmicas e Distinção em Performance, premiação máxima daquela instituição. Durante seus estudos em Boston, foi vencedor do “Concerto Competition” e do “Honors Brass Competition”. Em 1997 e 1998, integrou os quadros da Jerusalem International Symphony Orchestra em Israel, onde atuou como primeiro trompete sob a regência de Zubin Metha. Mais uma vez como bolsista da CAPES, voltou aos Estados Unidos em 1998 para realizar o Doutorado, tendo obtido 

o título de Doctor of Musical Arts na Catholic University of America. Como músico Sinfônico já atuou como primeiro trompete sob a regência dos Maestros Zubin Metha, Gunther Schuller, Aldo Cecatto, Marek Janovsky, Stanislav Scrowaczevsky, Eleazar de Carvalho, Ira Levin, Isaac Karabtchevsky, John Neschling, entre muitos outros. Como Solista com orquestra já interpretou os concertos de Haydn, Hummel, Neruda, Stöelzel, Bach-Vivaldi, Vivaldi, Handel, Tartinni, Arutunian, Alfredo Dias, Harri Wessman, Eric Ewazen, Oskar Böhme e Guerra Vicente. Em Outubro de 2006 foi convidado pela Charles Schlueter Foundation para fazer a estréia mundial da obra “Simphonic Memories” de Eric Ewazen. Heinz tem atuado como solista e/ou professor convidado no Pará, Maranhão, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Goiás, Minas Gerais, Paraná (no Festival de Londrina), Rio Grande do Sul (Festivais do Vale Veneto e UNISINOS) e em Brasília durante os 25º, 26º, 27º, 28º, 29º, 30º , 31º e 32º – Cursos Internacionais de Verão. Em 2003 lançou seu 1º CD Solo – Policromo – Música Moderna para Trompete, tornando-se o primeiro trompetista brasileiro a gravar um significativo número de clássicos internacionais do repertório do século XX para trompete e piano. Em 2010 foi convidado a integrar a Orquestra da Cia. Brasileira de Ópera, sob a Direção Artís

tica do Maestro John Neschling. Heinz é integrante também do Grupo de Intérpretes Musicais da Bahia – GIMBA, especializado em música contemporânea, e vencedor do Prêmio Funarte de Música em 2010. Há 5 anos, Heinz integra um duo de trompete e órgão com a premiada organista Elisa Freixo, com quem tem apresentado anualmente uma série de recitais em órgãos históricos de Minas Gerais. Heinz foi o idealizador e Vice-Presidente da Associação Brasileira de Trompetistas, associação que vem realizando um importante trabalho de integração dos trompetistas do Brasil. Tem publicado artigos em importantes periódicos nacionais e no mais presitigioso periódico internacional sobre o trompete, o International Trumpet Guild Journal

.

Anúncios

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Patrocínio:

dezembro 2018
D S T Q Q S S
« out    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

Realização:

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: